Tudo que o RH precisa saber sobre a campanha Fevereiro Roxo e Laranja 

No cenário corporativo contemporâneo, a área de Recursos Humanos desempenha um papel fundamental na promoção de um ambiente de trabalho saudável e inclusivo. Nesse contexto, o Fevereiro Roxo e Laranja é uma oportunidade para promover conscientização sobre doenças como Lúpus, Alzheimer, Fibromialgia e Leucemia nas empresas. 

Neste artigo, vamos explorar como surgiu e por que essa campanha é importante. Além de entender mais sobre a prevenção dessas doenças e dicas de iniciativas para engajar os colaboradores. Acompanhe!

Confira os tópicos aqui:

Como surgiu o Fevereiro Roxo?

Fevereiro Roxo é uma campanha de conscientização sobre doenças crônicas, entre as principais estão: Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia. A campanha foi criada em 2014, em Minas Gerais, com o lema “Se não houver cura, que ao menos haja conforto”.

Essa iniciativa busca disseminar informações sobre essas três doenças por meio de ações educativas, por exemplo:

  • Palestras;
  • Mutirões de saúde;
  • Campanhas nas redes sociais;
  • Incentivo a exames;
  • Distribuição de materiais informativos.

Seu objetivo é aumentar o conhecimento da população sobre essas doenças, para que as pessoas possam se informar e buscar tratamento precoce. Assim, também é importante destacar que a conscientização sobre essas doenças é essencial para que as pessoas possam viver com mais qualidade de vida.

No Brasil, a campanha Fevereiro Roxo é apoiada por diversas instituições, como a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a Associação Brasileira de Alzheimer e a Sociedade Brasileira de Fibromialgia. 

Por que a campanha é importante?

Em primeiro lugar, o Fevereiro Roxo ajuda a aumentar o conhecimento da população sobre essas doenças. O Lúpus, o Alzheimer e a Fibromialgia são doenças crônicas que podem afetar a vida das pessoas de forma significativa. 

Além disso, a iniciativa ajuda a promover a conscientização e a combater o estigma associado a elas. Outro ponto importante é que o Fevereiro Roxo ajuda a arrecadar orçamento para pesquisas que podem levar ao desenvolvimento de tratamentos mais eficazes para essas doenças. Assim, podemos destacar três fatores que tornam o Fevereiro Roxo importante:

Melhor qualidade de vida para os pacientes

Em primeiro lugar, a conscientização pode ajudar os pacientes a se sentirem menos isolados e mais apoiados. Além disso, pode ajudar os pacientes a obter o tratamento adequado e a viver com mais qualidade de vida.

Redução do estigma associado às doenças

Em seguida, investir na conscientização pode ajudar a quebrar o estigma associado às doenças, o que pode levar a uma maior aceitação dos pacientes pela sociedade.

Mais pesquisas sobre as doenças

Por último, conscientizar também pode ajudar a aumentar o financiamento para pesquisas sobre as doenças, o que pode levar ao desenvolvimento de tratamentos mais eficazes.

O que é Alzheimer?

Segundo o Ministério da Saúde, o Alzheimer é um transtorno neurodegenerativo progressivo que afeta a memória, o pensamento e o comportamento. É a forma mais comum de demência, que é um declínio significativo das funções cognitivas que interferem na vida cotidiana.

Esse transtorno é causado pela morte de neurônios no cérebro, que são os responsáveis por armazenar e processar informações. Quando eles morrem, ocorre a perda de memória, dificuldade de raciocínio e confusão.

Seus sintomas surgem e podem incluir, por exemplo:

  • Dificuldade de lembrar informações recentes;
  • Mudanças de humor;
  • Dificuldade para realizar tarefas cotidianas;
  • Perda de interesse em atividades que antes eram prazerosas.

À medida que a doença progride, os sintomas também podem piorar e passar a incluir:

  • Confusão sobre tempo e lugar;
  • Alucinações e delírios;
  • Problemas de fala;
  • Paralisia.

O Alzheimer não tem cura, mas existem tratamentos que podem ajudar a retardar a progressão da doença e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Inclusive, tornar esse processo mais agradável é um dos objetivos do Fevereiro Roxo.

O que é Lúpus?

Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença autoimune crônica que pode afetar qualquer parte do corpo. O sistema imunológico, que normalmente protege o corpo de infecções, ataca os tecidos saudáveis do próprio corpo. Em outras palavras, pode causar inflamação, dor e danos aos órgãos.

Os sintomas do lúpus podem variar de pessoa para pessoa e podem aparecer e desaparecer. Os sintomas mais comuns incluem:

  • Fadiga;
  • Febre;
  • Dores nas articulações;
  • Erupção cutânea;
  • Complicações nos rins, coração, cérebro e pulmões.

Segundo a BVSMS (Biblioteca Virtual em Saúde – Ministério da Saúde), o tratamento do LES depende da manifestação apresentada. Ou seja, deve ser individualizado. Seu objetivo é permitir o controle da doença, a minimização dos efeitos colaterais dos medicamentos e uma boa qualidade de vida aos seus colaboradores.

O que é Fibromialgia?

Fibromialgia é uma síndrome de dor crônica que causa dor em todo o corpo, além de fadiga, problemas de sono e ansiedade. Acomete cerca de 2% da população mundial e é mais frequente em mulheres.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, o sintoma mais característico da fibromialgia é a dor difusa pelo corpo. Entretanto, existem outros sinais comuns:

  • Alta sensibilidade ao toque;
  • Alterações no sono;
  • Desconforto físico;
  • Fadiga;
  • Alterações de memória e atenção;
  • Entre outros.

O diagnóstico da fibromialgia é feito com base na história clínica do paciente e em um exame físico. Em outras palavras, não existe um exame específico para diagnosticar a fibromialgia.

Fevereiro Roxo: como o bem-estar ajuda na prevenção das doenças crônicas?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde é simbolizada pelo equilíbrio entre bem-estar físico, mental e social. Quando estamos bem, temos mais energia, resistimos melhor às doenças e nos recuperamos mais rapidamente. Existem muitos fatores que contribuem para o bem-estar, por exemplo:

Alimentação saudável

Em primeiro lugar, uma alimentação saudável fornece ao corpo os nutrientes que ele precisa para funcionar corretamente. Há uma relação direta entre hábitos alimentares e a incidência de condições crônicas, como: 

  • Doenças cardíacas;
  • Diabetes tipo 2;
  • Obesidade;
  • Hipertensão arterial. 

Confira como uma alimentação saudável contribui para a prevenção de doenças crônicas:

Controle do peso

Uma dieta equilibrada, rica em nutrientes e com calorias adequadas, ajuda no controle do peso corporal.  obesidade é um fator de risco para várias doenças crônicas, incluindo doenças cardíacas, diabetes e certos tipos de câncer.

Redução do risco cardiovascular

Uma alimentação saudável, que inclui alimentos ricos em fibras, gorduras saudáveis e antioxidantes, pode ajudar a manter níveis saudáveis de colesterol e pressão arterial, reduzindo assim o risco de doenças cardiovasculares.

Controle da glicose

Escolher carboidratos complexos, como grãos integrais, frutas e vegetais, em vez de carboidratos refinados, pode ajudar a manter os níveis de glicose no sangue sob controle, prevenindo o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Fornecimento de nutrientes essenciais

Uma dieta equilibrada fornece os nutrientes essenciais que o corpo precisa para funcionar corretamente. Isto é, deficiências nutricionais podem contribuir para o desenvolvimento de várias condições de saúde.

Fortalecimento do sistema imunológico

Nutrientes como vitaminas e minerais desempenham um papel crucial no fortalecimento do sistema imunológico. Uma alimentação equilibrada contribui para a manutenção de um sistema imunológico saudável.

Ao adotar um padrão alimentar saudável e equilibrado, é possível fornecer ao corpo os nutrientes necessários para manter a saúde e prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas. Além disso, combinar uma dieta saudável com outros hábitos de vida, como a moderação no consumo de álcool e tabaco, é essencial para uma abordagem abrangente na prevenção de doenças crônicas.

Exercício físico regular

O exercício físico ajuda a fortalecer os músculos e os ossos, melhorar a circulação sanguínea e reduzir o estresse. A maioria dos adultos deve se esforçar para fazer pelo menos 150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física vigorosa por semana. O exercício físico regular também pode ajudar a reduzir o risco dessas doenças, além de ajudar a prevenir a obesidade, a osteoporose e a depressão.

Sono suficiente

O sono é essencial para a saúde física e mental. Adultos devem dormir de 7 a 8 horas por noite. Esse ponto é importante para a saúde geral, incluindo a saúde imunológica. Uma boa noite de sono pode ajudar o corpo a combater infecções e a se recuperar de lesões.

Manutenção de relacionamentos saudáveis

Os relacionamentos sociais são importantes para a nossa saúde mental e emocional. Ter pessoas de quem gostamos e que nos apoiam pode ajudar-nos a lidar com o estresse e a sentir-nos mais felizes.

Eles também podem ajudar a reduzir o estresse e a melhorar o humor. Isso pode levar a um sistema imunológico mais forte e a um menor risco de doenças crônicas.

Aprendizagem e crescimento

Aprender coisas novas e desafiar-nos a crescer pode ajudar a manter a mente ativa e a prevenir o declínio cognitivo. A aprendizagem e o crescimento podem ajudar a manter a mente ativa e a prevenir o declínio cognitivo. Isso pode ajudar a reduzir o risco de demência e outras doenças relacionadas à idade.

Controle do estresse

O estresse pode prejudicar a saúde física e mental. Encontrar maneiras de lidar com o estresse de forma saudável, como exercícios, meditação ou terapia, é importante para manter o bem-estar.

O controle do estresse é importante para a saúde física e mental. O estresse crônico pode prejudicar o sistema imunológico e aumentar o risco de doenças crônicas. Portanto, cuidar do seu bem-estar é uma forma importante de proteger sua saúde e prevenir doenças crônicas.

O que é Fevereiro Laranja?

Fevereiro Laranja é uma campanha de conscientização sobre a leucemia, um tipo de câncer que ocorre quando a produção de células sanguíneas na medula óssea sai do controle. A campanha é realizada no Brasil pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), com o objetivo de informar a população sobre a doença, seus sintomas, diagnóstico e tratamento.

Em outras palavras, o Fevereiro Laranja é importante para conscientizar a população sobre a leucemia, pois ajuda a identificar a doença precocemente, aumentando as chances de cura. A campanha também promove a importância da doação de medula óssea, que é um procedimento seguro e eficaz que pode salvar vidas.

No Brasil, essa iniciativa é realizada desde 2014. A cor laranja foi escolhida para representar a campanha porque é a cor do laço da leucemia, um símbolo de esperança e solidariedade.

Algumas ações que podem ser realizadas para apoiar a campanha Fevereiro Laranja incluem:

  • Divulgação de informações sobre a leucemia;
  • Incentivo ao cadastro de novos doadores de medula óssea;
  • Palestras;
  • Mutirões de saúde;
  • Campanhas nas redes sociais;
  • Distribuição de materiais informativos.

Por que a iniciativa é importante?

Além de ajudar na conscientização da população sobre a leucemia, o Fevereiro Laranja desempenha um papel fundamental pois:

Aumenta o conhecimento sobre a leucemia

Como visto anteriormente, o Fevereiro Laranja ajuda a aumentar o conhecimento sobre a doença, seus sintomas, o diagnóstico e o tratamento. Isso é importante para que as pessoas possam identificar a doença precocemente, o que aumenta as chances de cura.

Os sintomas da leucemia podem ser semelhantes aos de outras doenças, como a gripe ou a anemia. Por isso, é importante estar atento aos sinais da doença, por exemplo:

  • Cansaço;
  • Febre;
  • Suores noturnos;
  • Perda de peso inexplicada;
  • Palidez;
  • Hemorragias;
  • Infecções frequentes.

O diagnóstico da leucemia é feito por meio de exames de sangue, como hemograma e mielograma. Enquanto isso, o tratamento da leucemia varia de acordo com o tipo de leucemia, a idade do paciente e o estágio da doença. As opções de tratamento incluem quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea.

Promove a doação de medula óssea

Segundo a Biblioteca Virtual em Saúde, a doação de medula óssea pode ajudar pacientes que têm o transplante como única chance de cura. Além disso, esse procedimento é indicado para pacientes com doenças de sangue, como leucemia, linfomas e alguns tipos de anemia.

Desse modo, a campanha Fevereiro Laranja incentiva as pessoas a se cadastrarem como doadores de medula óssea.

Estimula a solidariedade

O Fevereiro Laranja ajuda a lembrar as pessoas de que a leucemia é uma doença real que afeta muitas famílias. A campanha estimula a solidariedade e o apoio aos pacientes com leucemia.

Fevereiro Laranja: como o bem-estar ajuda na prevenção da leucemia?

Bem-estar é um estado de equilíbrio físico, mental e social. Quando uma pessoa está bem, isso pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver doenças, incluindo a leucemia.

Além do controle do peso, redução do risco cardiovascular, controle da glicose, fortalecimento do sistema imunológico e outros fatores citados nos tópicos acima. Listamos mais dois fatores pelos quais o bem-estar pode ajudar na prevenção dessa doença:

Controle do estresse

O estresse crônico pode danificar o DNA, o que pode aumentar o risco de desenvolver câncer. Técnicas de gerenciamento do estresse, como meditação, ioga e exercícios respiratórios, podem ajudar a reduzir o estresse e o risco de câncer.

Evitar o tabagismo

Fumar é um fator de risco conhecido para muitos tipos de câncer, incluindo a leucemia. Parar de fumar é a melhor maneira de reduzir seu risco de desenvolvê-la.

Adotar um estilo de vida saudável é uma das melhores maneiras de prevenir a leucemia. Ao cuidar do seu bem-estar, você está dando ao seu corpo as melhores chances de se manter saudável e livre de doenças.

Direitos dos funcionários que todo RH deve conhecer

Portadores de doenças crônicas, como o lúpus, a fibromialgia, o Alzheimer e a leucemia possuem direitos trabalhistas preservados. Conheça os principais:

  • Afastamento pelo INSS;
  • Restituição do Imposto de Renda;
  • Quitação de impostos – como IPVA.

Entretanto, em cada caso é preciso apresentar provas e diagnósticos ao instituto sobre o quadro de saúde da pessoa. Essa comprovação pode ser feita através de exames e laudos atuais prescritos pelo médico.

Através do Meu INSS, é possível agendar a perícia e solicitar o auxílio-doença. Basta realizar o preenchimento dos dados e documentos solicitados online.

Como engajar os funcionários no Fevereiro Roxo e Laranja?

Levar o Fevereiro Roxo e Laranja para dentro da empresa é entregar a oportunidade aos colaboradores de cuidarem de quem está ao seu redor. Além de investir mais na própria saúde, aumentando o bem-estar, a qualidade de vida e a produtividade.

Por isso, listamos como o RH pode promover essa campanha com eficiência. Confira:

Palestras

Em primeiro lugar, é possível convidar especialistas na área para dar palestras sobre o lúpus, a fibromialgia, a doença de Alzheimer e a leucemia. Entretanto, apesar de serem uma ferramenta para promover o engajamento dos colaboradores com essa causa, se elas estão desconectadas de iniciativas de bem-estar da empresa, a prevenção não será efetiva.

Assim, além de promover palestras no trabalho, a organização pode auxiliar o colaborador na manutenção de hábitos saudáveis que vão prevenir essas doenças. Isto é, envolvendo benefícios como auxílio-academia, um bom vale-alimentação, entre outros.

Incentivos de exame

Após a conscientização, é importante promover a prevenção e diagnóstico precoce dessas doenças. Isto é, visando melhorar e aumentar as chances de tratamento e bem-estar das pessoas. Por isso, algumas atitudes devem ser incentivadas: 

  • Realização de exames de sangue completos;
  • Incentivo a analisar o próprio corpo a procura de manchas ou anormalidades; 
  • Observação dos hábitos alimentares;
  • Estimular a procurar um médico de confiança e eliminar o pânico, medo e receio de procurar esses profissionais, pois eles estão ali para ajudar.

Utilizar ações de endomarketing

Endomarketing é uma estratégia organizacional cujo intuito é construir a imagem de que a empresa é um bom lugar para trabalhar – isto é, melhorando o employer branding. A partir dessas ações, os colaboradores se sentirão mais seguros e motivados, uma vez que a empresa se importa com sua saúde. 

Entre as melhores ações de endomarketing para aplicar na empresa, estão:

  • Estimular a meditação, ioga e alongamento antes e depois do expediente;
  • Momentos de descontração;
  • Iniciativas para controle do estresse;
  • Promover a confiança entre líderes e colaboradores;
  • Oferecer um benefício de bem-estar completo – como a GoGood.
CTA-Geral-Saiba-mais-sobre-a-GoGood.webp

Conclusão 

Em um mundo corporativo cada vez mais consciente e comprometido com o bem-estar dos colaboradores, a campanha Fevereiro Roxo e Laranja é uma oportunidade valiosa para o setor de Recursos Humanos. Ao compreender e engajar a causa, o RH não apenas promove a conscientização sobre questões relevantes, mas também fortalece a cultura organizacional, fomentando um ambiente mais empático e saudável. Neste artigo, exploramos o conceito de Fevereiro Roxo e Laranja, além de seu surgimento, importância e dicas para promovê-lo nas empresas. 

Clique para avaliar o post
Média: 0
Rolar para cima