Quando o assunto é qualidade de vida no trabalho, colaboradores e empresas apresentam opiniões diferentes. O relatório Tendências Globais de Capital Humano de 2018 – A ascensão da empresa social, da Deloitte, mostra que 60% dos profissionais gostariam de ter um programa de suporte mental na empresa, mas apenas 30% investem na iniciativa.

Esse é apenas um dos dados apresentados no relatório e que mostra a diferença entre o que os colaboradores esperam e o que está sendo oferecido. A disparidade poderia ser evitada se as companhias investissem em recursos para capturar e analisar a opinião dos colaboradores. A pesquisa de clima organizacional é um desses recursos. Conheça melhor o método e veja como ele pode contribuir para a melhoria dos indicadores da empresa.

O que é a pesquisa de clima organizacional?

Estar em sinergia com a opinião e os desejos dos colaboradores é um desafio que toda empresa enfrenta em algum momento. Seja pela falta de clareza em seus objetivos e valores ou, simplesmente, pela diferença de opinião entre os profissionais. 

Concordar em todos os aspectos é praticamente impossível, mas a empresa deve se manter informada e saber exatamente o que os colaboradores pensam sobre o ambiente, bem como o que desejam para suas carreiras. 

É nesse sentido que a pesquisa de clima organizacional se faz tão importante. O questionário tem como objetivo reunir as opiniões dos colaboradores sobre determinados aspectos do negócio. 

As respostas podem ser usadas de diversas formas, como para identificar as necessidades dos colaboradores, avaliar se estão satisfeitos com a gestão, entre outras questões. 

Por que a pesquisa de clima organizacional é importante?

Um estudo realizado pelo Instituto Gallup, em 2017, revelou que apenas 15% dos profissionais entrevistados, no mundo todo, se sentem engajados em seu trabalho. O dado mostra que 85% dos colaboradores podem ter seu potencial desperdiçado. Fazer a pesquisa de clima organizacional ajudaria as empresas a identificarem os motivos da falta de engajamento desses profissionais

A pesquisa de clima organizacional vai identificar os pontos de discordância entre empresa e colaboradores, entender quais são as necessidades dos profissionais e suas expectativas. 

A partir dessas informações, a companhia pode investir em ações que permitam criar uma conexão maior entre todos os envolvidos no ambiente corporativo. Dessa forma, alguns benefícios serão percebidos, tais como:

  • Redução dos índices de turnover;
  • Maior qualidade de vida para os colaboradores;
  • Melhora no clima organizacional;
  • Aumento na produtividade;
  • Redução de custos com desperdício;
  • Conexão entre colaboradores e valores da empresa;
  • Entre outros benefícios.

Além disso, a organização entenderá melhor seus colaboradores, poderá identificar qual o perfil de profissional ideal e conseguirá melhorar seus processos seletivos. 

Como aplicar uma pesquisa de clima organizacional na sua empresa?

A pesquisa de clima organizacional é um processo que deve ser realizado com frequência. É importante definir os períodos em que será aplicada. Pode ser após um ano, dois ou cinco anos de casa de um funcionário. Essa definição deve ser feita com base nos objetivos ou necessidades de cada organização. 

Para identificar as necessidades dos colaboradores com a pesquisa de clima organizacional, a empresa deve criar um processo com as seguintes etapas:

1. Comece pelo planejamento

O planejamento vai nortear as ações da pesquisa, com a definição dos objetivos, quais são as questões que devem ser levantadas e como a empresa pretende agir após ter os resultados. 

No planejamento, também deve ser definido o período em que a pesquisa deve ser realizada, com quais colaboradores etc.

2. Desenvolva o questionário

As pesquisas de clima organizacional contam com uma média de 60 questões e são disponibilizados de forma online. Assim, o colaborador consegue responder com maior agilidade e se sente à vontade e seguro durante o preenchimento.

O modelo de escala também é o mais utilizado em questionários como esse e, em geral, as empresas não exigem identificação do colaborador. Isso aumenta a legitimidade das respostas.

3. Estimule os colaboradores a responder 

A participação dos colaboradores é fundamental para que a ação dê certo. Informe aos profissionais sobre a pesquisa de clima organizacional, sua importância e os benefícios que podem retornar para todos

O objetivo é fazer com que todos entendam que as respostas serão utilizadas para aplicar melhorias para todos. 

4. Analise os dados

Depois de receber as respostas, os dados devem ser tabulados para ajudar na análise. As informações vão revelar quais são os pontos críticos dentro da empresa e os aspectos favoráveis, que também podem ser melhorados. 

Esse será o momento de analisar e encontrar soluções para resolver os problemas internos. Ao aplicar as melhorias dentro da empresa, será importante informar ao colaborador que as ações são resultados da pesquisa. Isso gera maior confiança e credibilidade para o processo. 

O clima dentro da empresa pode estimular o colaborador a alcançar resultados melhores, mas também pode prejudicar o rendimento da companhia. Por isso é tão importante estar sempre atento para os índices de satisfação e buscar entender as necessidades dos profissionais. Outras iniciativas também ajudam a melhorar o clima organizacional dentro da empresa, como listamos nesse post

Para saber mais sobre programas de saúde nas empresas, acesse o blog da GoGood e veja nossos materiais educativos!

Bruno Rodrigues

Author Bruno Rodrigues

CEO e co-fundador da GoGood. Bruno Rodrigues é empreendedor e especialista em inovação pela Universidade de Stanford, co-fundador da GoGood e apaixonado por tecnologia em saúde e por negócios com impacto social. Antes de sua carreira como executivo, foi atleta profissional de karatê e campeão Sulamericano.

More posts by Bruno Rodrigues

Leave a Reply