A produtividade no trabalho é fundamental para o sucesso das empresas. Sua falta pode prejudicar o crescimento do negócio e até o seu faturamento. É isso que mostra uma pesquisa realizada pela Levee. Segundo o levantamento, as 500 maiores empresas do Brasil estão perdendo cerca de 250 milhões de reais ao ano por causa da falta de produtividade. 

Ainda de acordo com a pesquisa, o problema é maior entre as empresas de serviços, que chegam a ter faltas diárias de 5% do seu efetivo. No varejo o número pode ir de 7% a 10%. Diante desse cenário, o que as empresas podem fazer para aumentar a produtividade no trabalho? Antes de mais nada, é importante identificar as causas do problema. 

Quais são as causas da falta de produtividade no trabalho?

Falta de produtividade é quando um profissional leva muito mais tempo ou precisa de mais recursos do que o necessário para realizar uma tarefa. Um bom exemplo é quando o profissional não cumpre com as suas entregas e atrasa as tarefas, prejudicando a equipe. 

O comportamento pode estar relacionado com a desmotivação profissional. Mas o que faz o profissional chegar a esse ponto? Veja alguns fatores a seguir. 

1. Cansaço

Noites mal dormidas, longos trajetos para chegar ao trabalho e rotinas desgastantes podem levar o colaborador a um cansaço frequente. Quando isso acontece, os fins de semana não são suficientes para recuperar a disposição. O profissional precisa investir em atividades relaxantes. 

2. Falta de exercícios físicos

Os exercícios físicos ajudam a estimular a circulação sanguínea, tornam as pessoas mais ativas e as ajudam a despertar do sono e do cansaço. Especialistas incentivam que a atividade física seja realizada antes da jornada de trabalho. Dessa forma, o profissional chegará mais disposto para trabalhar. 

3. Falta de reconhecimento profissional

Não receber feedbacks e não ter reconhecimento são fatores que influenciam diretamente na produtividade. O profissional não vê resultado em seu trabalho, não se sente importante para a empresa e, consequentemente, acaba ficando cada vez mais improdutivo.

4. Má alimentação

A alimentação também é responsável por prejudicar a produtividade do colaborador. Um profissional que se alimenta mal, está mais propenso a desenvolver doenças crônicas, sente-se cansado etc. Esses fatores podem fazer com que o profissional apresente algum tipo de mal estar que o leva a deixar o trabalho no meio da jornada ou a faltar, aumentando o absenteísmo.

Como aumentar a produtividade no trabalho?

O primeiro passo que a empresa deve tomar é identificar quais são as causas da improdutividade entre seus colaboradores. Em seguida, deve traçar um plano de ações para eliminar fatores prejudiciais, aumentar a motivação e a dedicação do colaborador. Veja algumas ações que podem ser implementadas desde já!

Invista em treinamentos e aperfeiçoamento profissional

Nem sempre o profissional é improdutivo porque está desmotivado. Talvez ele não saiba como executar a sua tarefa de forma mais produtiva. A empresa precisa ajudá-lo. 

O investimento em cursos, treinamentos e workshops focados em produtividade podem solucionar o problema, fazendo o profissional mudar seu mindset

Cuide da cultura organizacional da empresa

Os colaboradores precisam sentir que fazem parte de um projeto maior do que apenas executar suas tarefas e gerar lucro para a empresa. Profissionais que se envolvem com os valores da empresa e entendem seu propósito são mais engajados

Estimule o cuidado com a alimentação

Uma boa alimentação é a base para uma vida mais saudável. Profissionais saudáveis são mais dispostos e motivados, por isso a alimentação também deve ser uma preocupação da empresa. 

Promova atividades físicas

A empresa pode promover ações que envolvam essas atividades. Como por exemplo, gincanas em grupos, onde os colaboradores podem formar times, escolher os esportes que mais se identificam e competirem. 

As competições estimulam a participação e como prêmio a empresa pode se comprometer a ajudar instituições sociais. Dessa forma, o profissional sente que está fazendo um bem para sua saúde e para aqueles que mais precisam. 

A companhia terá profissionais mais motivados, engajados e produtivos. Além disso, vai promover a interação com outros profissionais que podem ajudar a aumentar esse engajamento. Empresas com um alto nível de engajamento são até 22% mais lucrativas do que empresas com engajamento baixo


Veja como um aplicativo pode ajudar a sua empresa a estimular hábitos saudáveis aos colaboradores e aumentar a produtividade.

Bruno Rodrigues

Author Bruno Rodrigues

CEO e co-fundador da GoGood. Bruno Rodrigues é empreendedor e especialista em inovação pela Universidade de Stanford, co-fundador da GoGood e apaixonado por tecnologia em saúde e por negócios com impacto social. Antes de sua carreira como executivo, foi atleta profissional de karatê e campeão Sulamericano.

More posts by Bruno Rodrigues

Leave a Reply