Um programa de promoção e prevenção da saúde é formado por ações e estratégias que têm por objetivo evitar o surgimento de doenças, reduzindo fatores de risco e estimulando práticas saudáveis nas pessoas envolvidas.

Há mais de 15 anos, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vem estimulando as operadoras de planos de saúde a mudar o modelo de atenção ao paciente, incorporando ações de promoção e prevenção da saúde em seus serviços.

No entanto, do ponto de vista das operadoras, evitar doenças não é tão vantajoso, uma vez que são as enfermidades que fazem girar seus negócios. Então, quando as empresas contratam planos de saúde corporativos com foco na qualidade de vida no trabalho, é importante oferecer alternativas extras de promoção da saúde.

Contar com programas estruturados que estimulem a adoção de rotinas saudáveis, como alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas, é uma saída bastante eficaz. Quer saber como fazer? Veja neste artigo!

 

As empresas estão mais atuantes na promoção e prevenção da saúde

Segundo a ANS, 85% dos problemas de saúde dos profissionais podem ser prevenidos ou solucionados no ambulatório de saúde da própria empresa. Ou seja, sem precisar que o plano de saúde seja acionado.

A alta nos reajustes do serviço de saúde tem motivado as companhias a buscarem soluções para diminuir o uso do benefício. A saída encontrada tem sido os programas de promoção e prevenção da saúde.

Uma das empresas a ter essa iniciativa foi a Avon, que conta com um quadro de 5.200 colaboradores, sendo que 60% é composto por mulheres. No total, somando-se os dependentes, são 12 mil vidas na carteira de saúde mantida pela companhia.

A alternativa foi investir na promoção e prevenção da saúde dentro da empresa, reduzindo a necessidade do uso do plano de saúde. O programa conta com ações como:

  • Criação de clínicas odontológicas e médicas, com acesso a ginecologista e nutricionista, por exemplo;
  • Programas de estímulo a atividades físicas;
  • Suporte no pagamento de medicamentos;
  • Acompanhamento dos doentes crônicos etc.

 

Os benefícios alcançados foram:

 

A Avon é um exemplo de empresa que desenvolveu um programa de promoção e prevenção da saúde completo, mas a realidade de muitas organizações é completamente diferente.

Em geral, a companhia faz parceria com alguma academia que oferece desconto e inclui a ginástica laboral como uma prática no escritório. Sozinhas, essas iniciativas não oferecem resultados significantes. É preciso criar um programa de promoção e prevenção da saúde, amparado por recursos que permitam incentivar e acompanhar o colaborador de forma mais abrangente.

 

Como profissionalizar a promoção e prevenção da saúde na empresa?

Faça um mapeamento das necessidades da empresa

Identifique as características comuns aos seus colaboradores e quais são os principais riscos existentes. Por exemplo: há companhias têm um efetivo maior de mulheres, por isso algumas iniciativas podem ser criadas pensando nesse público, como atendimento ginecológico.

Nas empresas em que os colaboradores ficam a maior parte do dia sentados ao computador, é possível que haja casos de obesidade e hipertensão provocado por falta de atividade física e alimentação desequilibrada. Essas informações mais detalhadas ajudarão no desenvolvimento das estratégias mais assertivas.

 

Tenha suporte de um corpo clínico

Não existe lei que obrigue as empresas a terem ambulatórios médicos ou enfermarias, exceto no segmento da construção civil. Por outro lado, se as atividade oferecem risco ao colaborador ou conta com mais de 50 profissionais em seu quadro, é necessário ter um Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT).

A empresa deve contar com, pelo menos, um médico do trabalho, que vai identificar os riscos que os profissionais apresentam, como o potencial para desenvolvimento de doenças crônicas. Porém, os dados sobre a saúde dos colaboradores não podem ser compartilhados abertamente com a empresa.

Esse profissional deve sugerir medidas específicas para melhorar a saúde e a qualidade de vida do trabalhador, como a prática de exercícios, melhoria na alimentação etc. Nutricionistas e psicólogos também podem contribuir, fazendo o acompanhamento dos colaboradores.

 

Contrate soluções de saúde

Falar em contratação é um ponto delicado para quem quer reduzir os custos, mas é necessário. Muitas vezes o custo da empresa é alto por falta de estratégia no uso dos recursos.

O plano de saúde é um recurso que a empresa não tem muito controle sobre o uso. Existem alternativas que podem ser utilizadas pelo médico do programa para monitorar a saúde do colaborador e sugerir medidas que vão ajudá-lo.

Um colaborador que apresenta excesso de peso, por exemplo, pode desenvolver uma doença crônica e realizar exames anuais não é a alternativa mais assertiva para impedir. No lugar, o profissional pode ser orientado a ter mais controle sobre a sua alimentação, praticar atividades físicas, dormir melhor, reduzir o peso etc.

A empresa deve buscar soluções e tecnologias que permitam esse controle, ao mesmo tempo em que estimulam o profissional a ter uma vida mais saudável.

A BRQ Digital Solutions desenvolveu um programa de promoção e prevenção da saúde com o objetivo de proporcionar bem-estar, aumentar a disposição dos profissionais e prevenir o desenvolvimento de doenças. Os resultados obtidos são surpreendentes. Conheça esse case de sucesso.

 


Gostou desses exemplos? Você também pode levar esses resultados para sua empresa! Fale com a gente e vamos mostrar como é possível.

Bruno Rodrigues

Author Bruno Rodrigues

CEO e co-fundador da GoGood. Bruno Rodrigues é empreendedor e especialista em inovação pela Universidade de Stanford, co-fundador da GoGood e apaixonado por tecnologia em saúde e por negócios com impacto social. Antes de sua carreira como executivo, foi atleta profissional de karatê e campeão Sulamericano.

More posts by Bruno Rodrigues

Leave a Reply