Apesar de ser considerado como um setor estratégico dentro das empresas, o RH ainda é uma área pouco tecnológica. Quando o assunto é tecnologia em gestão de recursos humanos, ainda há pouco investimento na área.

A pesquisa Panorama de RH no Brasil 2018, realizada pela plataforma Qulture.Rocks, mostra que a tecnologia é considerada como um fator importante para o RH, porém, é pouco utilizada. Como essas empresas podem começar a investir em tecnologia em gestão de recursos humanos e buscar parceiros? Veja as dicas que listamos neste material. 

A tecnologia em gestão de recursos humanos deve ser prioridade

O Panorama de RH Brasil 2018 mostra que a tecnologia é considerada como decisiva para 91% dos entrevistados. Porém, apenas 15% considera que o seu uso é alto. O dado revela que as empresas têm consciência da importância da tecnologia em gestão de recursos humanos, mas as ferramentas ainda não são essenciais para os processos. 

Por enquanto, os processos que mais recebem investimentos em tecnologia são os de Departamento Pessoal e Recrutamento e Seleção. Os que menos recebem são os processos de Gestão de Desempenho e Treinamento.

Para que a necessidade do uso dessas ferramentas se mostre realmente importante, é fundamental apresentar as melhorias e os resultados que podem ser obtidos por meio de dados. Em diversas empresas, o RH ainda é atrelado ao departamento financeiro, uma área que deve zelar pelo orçamento da organização e, com isso, tende a investir apenas em recursos extremamente necessários. 

O RH deve mostrar ao departamento que a tecnologia é fundamental para alcançar avanços para os processos e até redução de custos. A escolha dos parceiros também influencia nessa decisão. 

Como buscar parceiros de tecnologia em gestão de recursos humanos?

Grandes empresas vêm investindo na modernização de seus departamentos. Na área de RH, a tecnologia pode ser aplicada em diferentes processos, com a utilização recursos como IoT, Machine Learning, Gamification, entre outros. 

O SBT, uma das maiores emissoras de televisão do Brasil, começou a modernizar sua área de RH utilizando Inteligência artificial. Segundo o CEO da emissora, José Roberto Maciel, o objetivo do projeto é “agregar valor às atividades de profissionais qualificados, para que eles parem de fazer trabalho operacional e passem a dedicar o seu tempo e inteligência a atividades mais estratégicas”. 

Contar com os parceiros certos é essencial para implementação e execução do projeto. Veja, a seguir, algumas dicas que vão te ajudar a buscar parceiros de tecnologia em gestão de recursos humanos. 

1. Identifique as necessidades do setor e da empresa

Antes de buscar um parceiro de TI, o RH deve identificar quais são os processos críticos para o departamento e para a empresa. Quais tarefas precisam ser otimizadas? Em geral, o investimento em tecnologia começa pela substituição das tarefas manuais por sistemas automatizados

2. Defina os requisitos necessários no sistema ou plataforma

O sistema ideal deve atender todas, ou pelo menos, o máximo de necessidades da empresa. Determine quais são os requisitos que a solução deve ter. Em seguida, faça um levantamento com os sistemas, ferramentas ou plataformas de interesse e avalie quais opções oferecem soluções mais completas. 

3. Busque o máximo de recursos que puder

A necessidade de desburocratizar e otimizar os processos no RH tem estimulado o desenvolvimento de uma série de ferramentas. Com isso, a escolha de uma ferramenta pode ser um desafio. Há muitas opções no mercado, algumas bem parecidas, mas com detalhes que podem fazer a diferença para a empresa. Por isso, aprofunde sua pesquisa. 

4. Busque referências e prepare o setor de compras

Geralmente, as soluções mais inovadoras são desenvolvidas por startups. Porém, nem sempre o setor de compras ou suprimentos está preparado para lidar com empresas recentes de alta performance e rápido crescimento. São exigidos histórico de faturamento ou certificados como ISO, que nem sempre as startups têm condições de entregar. Uma dica para fazer uma escolha acertada é pesquisar os estudos da Liga Ventures, que analisam e divulgam as principais iniciativas desenvolvidas por startups. Um desses estudos é o Trends: pesquisa sobre inovação no RH, que pode ajudar a nortear a escolha do fornecedor.

Investir na tecnologia em gestão de recursos humanos vai ajudar a empresa não só com a automatização dos processos, tornando as atividades mais ágeis e eficientes, mas principalmente com melhorias para os próprios colaboradores.

Por meio da tecnologia, é possível reduzir custos, reduzir o absenteísmo e melhorar a retenção de talentos. Diversas empresas têm utilizado a tecnologia no RH e tiveram resultados incríveis. Esse é o caso da BRQ Digital Solutions, conheça o case de sucesso da empresa.

Bruno Rodrigues

Author Bruno Rodrigues

CEO e co-fundador da GoGood. Bruno Rodrigues é empreendedor e especialista em inovação pela Universidade de Stanford, co-fundador da GoGood e apaixonado por tecnologia em saúde e por negócios com impacto social. Antes de sua carreira como executivo, foi atleta profissional de karatê e campeão Sulamericano.

More posts by Bruno Rodrigues

Leave a Reply