Apesar de extremamente necessário, o RH é um setor que carece do devido reconhecimento dentro das empresas. Com isso, a transformação digital no RH é vista com menos prioridade se comparado a outras áreas. Quando a tecnologia é aplicada, a gestão de pessoas é a principal beneficiada. Porém, é preciso comprovar a necessidade do uso de ferramentas inovadoras no setor. 

Indicadores de desempenho podem mostrar a eficácia desses recursos e confirmar a necessidade da transformação digital no RH. Se você faz parte do RH, confira este conteúdo. Vamos mostrar como é possível destacar a importância do setor com o uso de dados, automatização de processos e ferramentas inovadoras. Veja!

Você sabe o que é transformação digital no RH?

Transformação digital é um processo de transição pelo qual as empresas vêm passando há alguns anos. De acordo com a Deloitte, em 2020, os orçamentos de transformação digital aumentarão 25%. A mesma pesquisa revela que, para se tornar uma empresa digital, é fundamental a participação das lideranças. 

No Brasil, apenas 67% das empresas estão investindo em novas tecnologias ou serviços para acompanhar as transformações digitais. Para João Paulo Albuquerque Melo, gerente geral da divisão de indústria de consumo da Cisco para América Latina, “muitas empresas não irão mais existir no futuro, por não criarem ambientes disruptivos”.

Na transformação digital, as empresas deixam de usar processos e ferramentas manuais e passam a usar soluções tecnológicas, mais ágeis, eficientes e seguras. A mudança no modelo de trabalho, porém, não é possível sem que haja uma mudança na cultura da organização

Nesse ponto, a transformação digital no RH é o primeiro passo a ser tomado. O setor é responsável por promover a mudança de duas formas: na sua própria transformação digital e na de outras áreas. 

Em colaboração com o departamento de TI, o RH se torna parte fundamental na liderança da transformação digital e em sua evolução digital contínua. 

Ao setor, cabe capacitar os funcionários e construir uma cultura inovadora dentro da empresa, desenvolvendo uma mentalidade digital para melhorar os processos da força de trabalho e aumentar a produtividade. Além disso, deve eliminar tarefas manuais e rotineiras, que só demandam tempo e não agregam valor aos processos corporativos. 

Quais são os benefícios da transformação digital no RH

A transformação digital no RH torna necessário o uso de novas ferramentas, metodologias e até cria cargos mais estratégicos para lidar com esses novos recursos. São muitos desafios enfrentados ao longo do processo, mas os benefícios são maiores:

  • Acesso rápido e fácil aos dados dos funcionários;
  • Índices que possibilitam a análise sobre o desempenho dos setores e colaboradores;
  • Tecnologia para recrutamento e seleção, proporcionando maior atração e retenção de talentos e agilidade no processo;
  • Redução no tempo de preenchimento de informações específicas do setor;
  • Redução no tempo e no orçamento investido com folha de pagamento, benefícios etc.
  • Maior retorno sobre o investimento em saúde;
  • Melhorias nos processos, de forma geral, para toda empresa.

O RH se torna mais relevante diante desse cenário, pois a nova estrutura depende, principalmente, da sua atuação. Com isso, aumenta a valorização do setor diante da empresa e de sua diretoria. 

Como implantar a transformação digital no RH da sua empresa

1. Defina uma meta clara

Qual é o objetivo de implantar a transformação digital no RH? Melhorar os processos? Tornar a empresa mais tecnológica e inovadora? Tenha uma meta clara. 

2. Envolva todo mundo

A transformação digital no RH é um processo que vai impactar todos os profissionais da empresa. Por isso, gradativamente, todos devem ser envolvidos. No início, será fundamental trabalhar em parceria com a TI. Posteriormente, adicione as lideranças e assim por diante. 

3. Comece pelo mais simples

Comece com tarefas simples, isso ajudará na adaptação. Veja com a sua equipe quais são as prioridades e comece a aplicar. Com o tempo e uma melhor adaptação, os processos podem evoluir. 

4. Avalie o desempenho

Com os processos implantados em andamento, comece a avaliar o desempenho das atividades. Registre as melhorias, identifique os pontos que precisam ser ajustados e, principalmente, observe onde os profissionais estão com dificuldade. 

A avaliação te ajudará a reorganizar os processos e aplicar correções ou até mudar o direcionamento das atividades. 

5. Cuide da cultura da empresa

Implantar uma cultura de transformação digital deve ser uma prioridade no processo. A adaptação dos profissionais pode ser feita com o uso de ferramentas mais simples, inseridas em suas rotinas, como aplicativos, recursos de gamificação etc. 

De acordo com a consultoria McKinsey, a principal razão do fracasso na transformação digital é o comportamento das pessoas, tanto lideranças, quanto colaboradores. Por isso, é fundamental mudar a forma com que as pessoas pensam. Veja como aplicar a gestão de mudanças na sua empresa, mudando o mindset dos colaboradores com bem-estar. Acesse o blog e baixe o e-book.

Bruno Rodrigues

Author Bruno Rodrigues

CEO e co-fundador da GoGood. Bruno Rodrigues é empreendedor e especialista em inovação pela Universidade de Stanford, co-fundador da GoGood e apaixonado por tecnologia em saúde e por negócios com impacto social. Antes de sua carreira como executivo, foi atleta profissional de karatê e campeão Sulamericano.

More posts by Bruno Rodrigues

Leave a Reply